terça-feira, 27 de julho de 2010

Arnesto

Adoniran Barbosa foi um poeta paulista, daqueles poetas que fazem músicas.E que soube mostrar como ninguém o falar da classes populares.
No dia 6 agosto, Adoniran completaria 100 anos, e muitas homenagens estão sendo feitas.

E o Linguajares, é claro, não poderia deixar de homenagear aquele que soube colocar em suas músicas o linguajar dos brasileiros.
Com vocês o Samba  do Arnesto:

Samba do Arnesto

Adoniran Barbosa

O Arnesto nos convidou pra um samba, ele mora no Brás
Nós fumos não encontremos ninguém
Nós voltermos com uma baita de uma reiva
Da outra vez nós num vai mais
Nós não semos tatu!
No outro dia encontremo com o Arnesto
Que pediu desculpas mais nós não aceitemos
Isso não se faz, Arnesto, nós não se importa
Mas você devia ter ponhado um recado na porta
Um recado assim ói: "Ói, turma, num deu pra esperá
Aduvido que isso, num faz mar, num tem importância,
Assinado em cruz porque não sei escrever"


3 comentários:

Conceição Rosa disse...

Homenagem mais que justa! Adoniram e os Demônios da Garoa são patrimônio nacional, bem como as letras que cantam.

Este blog está uma delícia! Amo os linguajares, os sotaques e os falares da língua portuguesa!

Franz disse...

Oi, Fátima! Minina, cumé qui faço pra mode inscrever tumbém nesse brog?
Abraços paraônicos
Franz

Fátima disse...

Oi,Conceição:
vc tem razão.Eles são patrimônio nacional.Obrigada pela visita e pelo comentário.Abs.

Franz:
Enviei o convite ,novamente, para vc,ok?